BOLSAS

Os programas de bolsas para os alunos de graduação variam conforme a instituição de destino e o regime de intercâmbio escolhido - duplo diploma ou aproveitamento de estudos. 

Os editais são alterados todo ano, por isso deixamos aqui os sites onde é possível encontrar informações sobre o assunto:

Escola Politécnica - Bolsas >>

Plataforma Mundus >>

Atenção: a Poli-USP não oferece bolsas. Os acordos de Duplo Diploma e Aproveitamento de Estudos apenas cobrem as taxas da universidade estrangeira, ou seja, não arcam com passagens aéreas ou alimentação, por exemplo.

Bolsas para diversos países

Bolsa Santander


Convênio entre a Universidade de São Paulo e o Banco Santander que disponibilizam, anualmente, bolsas para alunos da USP que irão realizar intercâmbio para América Latina, Espanha ou Portugal. Em anos anteriores esse programa era chamado de “Programa de Bolsas Ibero-Americanas Santander”.

  • Valor: Geralmente, são distribuídos R$10.000,00 para intercâmbios realizados na América Latina e R$20.000,00 na Europa (Portugal e Espanha). Esse valor pode variar de ano para ano.
Pré-requisitos e critérios de seleção:
  • O estudante deve ser aluno da USP, ter concluído 40% do curso e não ter nenhuma dependência.
  • Deve-se estar aprovado em alguma modalidade de intercâmbio, seja ela pela AUCANI ou pela unidade da USP de origem com Carta de Aceite emitida pela IES estrangeira para ambos os casos.
  • É necessário comprovar nível de conhecimento do idioma exigido pela IES.
  • O estudante não pode ter recebido nenhum outro auxílio/bolsa de intercâmbio como AUCANI, Bolsa Mérito USP, entre outros.
  • Para a seleção, leva-se em conta a Média Normalizada por Turma (MNP) dos candidatos, formando, assim, um sistema de ranqueamento, que preencherá o número total de vagas disponíveis. É válido ressaltar que a MNP do pleiteante deve ser maior ou igual a 5,00.
Acesse o último edital >> Acesse o edital de 2020 >>




Fundação Estudar


O Programa de Líderes é uma iniciativa da Fundação Estudar com intuito de apoiar o desenvolvimento acadêmico de jovens estudantes de alto potencial e interessados em estudos no exterior – como intercâmbios. A organização do programa seleciona os alunos para receberem bolsas de estudos que cobrem a mensalidade/anuidade do curso e/ou despesas com moradia, transporte, alimentação e livros.

  • Valor: o candidato deve informar a quantia de que necessita em um plano de contas enviado à organização. O valor final da bolsa pode variar entre 5% e 95% do solicitado.
  • Taxa de inscrição: R$ 75,00 (pode ser pedida isenção da taxa).
Pré-requisitos:
  • O intercâmbio deve durar um semestre letivo ou mais e estar vinculado a um curso universitário do Brasil;
  • O candidato deve estar matriculado em uma universidade brasileira;
  • O curso da universidade do Brasil deve ter seu término - não colação de grau, mas a conclusão de aulas, provas e outros compromissos do tipo - prevista a partir do mês de dezembro do ano em que ocorrer o processo seletivo;
  • O candidato deve ter cidadania brasileira (ser nato ou naturalizado), podendo residir em qualquer país;
  • O candidato deve ter até 34 anos completos no ano em que ocorrer o processo seletivo;
  • O candidato deve estar em processo seletivo ou já estar matriculado em curso de intercâmbio.
Critérios de seleção:
  • O Programa de Líderes não possui número limitado de vagas, pois procura selecionar estudantes com base em seus resultados nas etapas do processo seletivo, buscando agraciar, sem qualquer influência de aspectos socioeconômicos, aqueles que possuam histórico de vida e desempenho pessoal, profissional e acadêmico condizentes com os valores da Fundação Estudar.
Etapas do processo seletivo:
  1. Inscrição e pagamento da taxa ou pedido de isenção (Etapa Online) – encerramento normalmente no início de abril;
  2. Testes online de perfil e raciocínio lógico (Etapa Online);
  3. Vídeo e questionários (Etapa Online): vídeo de dois minutos do candidato contando sua trajetória, suas conquistas e suas realizações até o momento e, além disso, um questionário a respeito de experiências do estudante;
  4. Entrevista de competências (Etapa Online); * Observação: se aprovado para a etapa 5, o candidato já deve ter enviado os documentos (completos, legíveis e em data válida) listados a seguir:
    • Foto de rosto digitalizada;
    • Carta de recomendação, escrita por professor, mentor, empregador ou ex-empregador do candidato;
    • Comprovante de matrícula ou carta de aceitação da IES. Se o processo seletivo ainda esteja em andamento, um desses dois documentos poderá ser entregue até a realização da etapa 5.
  5. Painel com Líderes Estudar (a definir: Etapa Presencial ou Online) – normalmente entre abril e maio:apresentação individual do candidato, que deve responder a perguntas sobre sua trajetória e planos futuros. Em alguns casos, há aplicação de testes de raciocínio lógico;
  6. Entrevista para aprofundamento da trajetória (Etapa Online);
  7. Painel final (a definir: Etapa Presencial ou Online) – normalmente em junho: entrevista com avaliação de todo o material apresentado nas etapas anteriores.
Acesse o regulamento do Programa de Líderes da Fundação Estudar >>




Mérito Acadêmico


As bolsas de Mérito Acadêmico são auxílios financeiros fornecidos pela AUCANI para os vários institutos da USP. No caso da Poli, são recebidas diversas bolsas por ano para serem distribuídas entre os politécnicos que foram aprovados para a realização do intercâmbio.

  • Duração: entre um e seis meses.
  • Valor: em torno de R$10.000 (para a bolsa de 30 a 90 dias) ou R$20.000 (para a bolsa de 90 a 120 dias).
Pré-requisitos:
  • Ser estudante regularmente matriculado em curso de graduação da USP e ter suas informações cadastradas e atualizadas no sistema Júpiter;
  • Proficiência na língua estrangeira equivalente ou maior do que o exigido pela IES estrangeira;
  • Não ter qualquer tipo de dependência em matéria(s) obrigatória(s) até o período ideal do curso sem tê-la(s) cursado novamente com aprovação ao final;
  • Ter concluído ao menos 40% do total dos créditos do curso e um período de quatro semestres no curso atual;
  • Ter Média Normalizada por Turma, sem arredondamentos, igual ou superior a 5,000 (calcule sua média aqui);
  • Ter a finalidade de se matricular em atividade acadêmica que corresponda a pelo menos uma disciplina do curso de origem na USP (para bolsa de até três meses) ou a pelo menos três disciplinas (para bolsa de até seis meses).
Critérios de seleção:
  • Índice CRInt (do DD ou AE) que considera:
  • Média (sem reprovações) corrigida com a distribuição da sua frequência normalizada de notas;
  • Relação (desde o ingresso no curso) entre créditos obrigatórios acumulados/créditos obrigatórios previstos;
  • Relação (desde o ingresso no curso) entre créditos aprovados/créditos matriculados.
  • Não receber outra bolsa simultaneamente.
Para mais informações, acesse: https://uspdigital.usp.br/mundus/editalintercambiopublicoarq?codediitb=1428&tiparqediitb=E





Alemanha

Deutschlandstipendium National Scholarship Programme


Deutschlandstipendium National Scholarship Programme é um programa de bolsas de estudos na Alemanha subsidiado pelo governo alemão e instituições privadas.

  • Duração: Dois semestres, porém pode ser expandido para cobrir todo o tempo de estudo.
  • Valor: €300 por mês, sendo €150 fornecido pelo governo alemão e €150 pelas instituições privadas.
  • Pré-requisitos e critérios de seleção: Esse programa de bolsas é oferecido por diversas universidades alemãs parceiras e para pleitear ela, o participante deve seguir as regras e normas de cada instituição. Em geral, leva-se em conta o desempenho acadêmico, compromisso social e a história de vida do pleiteante como obstáculos e desafios que enfrentou durante sua vida.
Acesse para mais informações >>




Friedrich-Ebert-Stiftung (FES): Grundförderung für ausländische Studierende


Bolsa fornecida pela DAAD para estudantes estrangeiros provenientes de países em desenvolvimento (América Latina, Ásia e África). Ao todo, 40 pessoas do mundo todo são beneficiadas com o programa.

  • Duração: o tempo de duração é definido pelo BAföG.
  • Valor: €861 por mês, além de custear os gastos com seguro saúde (obrigatório para realizar intercâmbio). Caso o pleiteante tenha filhos, ele receberá também um abono de €276.
  • Pré-requisitos e critérios de seleção: Espera-se do aluno escolhido que ele tenha tido destaque em seus estudos e em seu trabalho. Ademais, o aluno deve ter conhecimento suficiente da língua alemã, no mínimo alguns dos seguintes certificados de proeficiência: DSH-2, C-1 do Instituto Goethe, ou o Telc C-1. Além disso, espera-se que o escolhido seja engajado politicamente, tenha pensamento-crítico e habilidades de liderança.
Acesse o portal da DAAD sobre a bolsa >> Acesse o portal da FES >>





Holanda

Holland Scholarship


A Holland Scholarship é uma bolsa para estudantes de excelência, provenientes de países de fora da União Europeia (EU) ou do Espaço Econômico Europeu (EEA), que estão aplicando para programas de Bachelor ou de Master na Holanda. É financiada pelo Ministérios da Educação, Cultura e Ciência Holandês, juntamente com universidades de pesquisa e de ciências aplicadas da Holanda.

  • A bolsa é para o primeiro ano do seu intercâmbio;
  • O pagamento é único e no valor de € 5.000 (cinco mil euros).
Pré-requisitos:
  • Não ser de algum país da EU ou da EEA;
  • Não ser elegível para um “Dutch study grant”, que é um financiamento destinado a alunos da EU ou da EEA;
  • Não ter estudado na Holanda anteriormente para um diploma completo ou não ter um diploma de uma instituição educacional na Holanda;
  • Ser estudante de excelência (i.e. média cumulativa de notas de 7.5/10);
  • Ter sido admitido (provisoriamente) em um dos programas de estudo qualificados;
  • Cumprir as condições para obtenção de um visto de entrada na Holanda (caso aplicável);
  • Cumprir o requisito geral de teste de proficiência em língua inglesa: Academic IELTS de 6.5 com nota 6.0 em speaking skills ou TOEFL iBT de 90 com nota 20 em speaking skills.
Informações importantes:
  • A bolsa tem como objetivo ser uma compensação para custos relacionados à educação. Fica sob responsabilidade do agraciado decidir como gastar o dinheiro. Nenhum custo, como taxas de admissão, será pago em seu nome;
  • Depois de concluída sua aplicação, pode demorar até oito semanas para receber os resultados.
Acesse para mais informações>>>




University of Twente Scholarship (UTS)


A bolsa da Universidade de Twente (University of Twente Scholarship – UTS) é uma bolsa para alunos de excelência que estão aplicando para um programa de graduação em Master (MSc) na universidade.

  • Há aproximadamente 50 bolsas disponíveis;
  • O valor da bolsa, de um ano, varia entre € 3.000 (três mil euros) e € 22.000 (vinte dois mil euros).
Para o caso de um programa de estudos de dois anos, os estudantes podem receber, no segundo ano, uma bolsa adicional de valor igual àquele do primeiro ano. A bolsa só será continuada no segundo ano caso o estudante tenha cumprido os requisitos necessários:
  • Média 7/10 ao fim do terceiro quartil do primeiro ano;
  • Ter cumprido pelo menos 50% dos créditos europeus (European Credits) ao fim do terceiro quartil do primeiro ano.
A aplicação para uma bolsa da UT é um procedimento separado da aplicação de entrada na Universidade. Independentemente de financiamento, você deverá receber uma carta de admissão primeiro. Pré-requisitos:
  • Não ser elegível para um “Dutch study loan”, que é um financiamento destinado a alunos da EU (União Europeia) ou EEA (Espaço Econômico Europeu);
  • Não ter se graduado por algum programa da UT;
  • A UTS é uma bolsa para alunos de excelência. Tipicamente, isso significa que você pertence aos melhores 5 a 10% da sua classe;
  • Ter sido admitido (provisoriamente) em um dos programas de Master qualificados;
  • Ter um student number, que é fornecido após a aprovação em um programa de estudos na UT;
  • Cumprir as condições para obtenção de um visto de entrada na Holanda (caso aplicável);
  • Cumprir o requisito geral de teste de proficiência em língua inglesa: Academic IELTS de 6.5 com nota 6.0 em speaking skills ou TOEFL iBT de 90 com nota 20 em speaking skills.
Informações importantes:
  • A bolsa tem como objetivo ser uma compensação para custos relacionados à educação. Fica sob responsabilidade do agraciado decidir como gastar o dinheiro. Nenhum custo, como taxas de admissão, será pago em seu nome;
  • Depois de concluída sua aplicação, pode demorar até oito semanas para receber os resultados.
Acesse para mais informações sobre a bolsa>>> Acesse para mais informações sobre a UT>>>





França

Bolsa Eiffel


A Bolsa Eiffel é um programa subsidiado pelo governo francês oferecido às instituições do país para contemplar seus melhores candidatos, considerando o seu desempenho acadêmico e seu currículo. Essa bolsa é destinada a estudantes de pós-graduação ou mestrado (Master) na França, sendo que politécnicos de graduação em Duplo Diploma são caracterizados como alunos de master.

  • Duração: entre 12 e 36 meses.
  • Valor: em torno de €1.181 por mês, além de diversos benefícios financeiros, como passagem aérea para se deslocar do Brasil à França; passagens de trem dentro da França (para se deslocar do aeroporto ao local de moradia e vice-versa); reembolso de até 50 euros para ir do aeroporto ou estação de trem até o local de moradia; seguro de saúde; e atividades culturais.
Pré-requisitos:
  • Não possuir cidadania francesa (candidatos com dupla cidadania, sendo uma delas da França, serão desqualificados);
  • Possuir 25 anos ou menos na data da divulgação dos resultados da bolsa;
  • Possuir candidatura submetida exclusivamente por alguma instituição de ensino da França (candidatos nomeados por quaisquer outros meios ou por mais de uma instituição - mesmo que francesas - serão desqualificados);
  • Estar se candidatando para programas reconhecidos pelo governo francês (candidatos a programas ministrados pela França no exterior ou que tenham envolvimento em contratos de aprendizagem ou de formação profissional serão desqualificados);
  • Não receber outra bolsa do governo francês simultaneamente, mesmo que essa bolsa só cubra seguro saúde;
  • Não ter sido desclassificado ou reprovado em algum processo seletivo anterior da Bolsa Eiffel, mesmo que a nomeação tenha sido feita por alguma instituição de ensino ou a candidatura tenha sido para outro campo de estudo;
  • Não ter recebido a Bolsa Eiffel para o programa de Master anteriormente;
  • Possuir proficiência em língua francesa de nível igual ou superior ao exigido pela universidade de destino.
Critérios de seleção:
  • Estudantes inscritos em programas acadêmicos fora da França possuem prioridade na seleção para a Bolsa Eiffel em relação àqueles que já se encontram em programas franceses;
  • Qualificações e conquistas acadêmicas do candidato;
  • Compatibilidade da instituição que está nomeando o candidato com a política internacional francesa (a verificar no edital);
  • Priorização de países com políticas de cooperação com o Ministério dos Negócios Estrangeiros da França;
  • Pelo menos 70% das bolsas serão fornecidas para os candidatos com melhores pontuações, enquanto o restante será dado a candidatos de instituições que ainda não receberam nenhuma bolsa.
Para mais informações, acesse aqui.




BRAFITEC


O Capes/Brafitec é um programa de cooperação internacional entre o Brasil e a França para fomentar a mobilidade acadêmica para estudantes de engenharia. Para os estudantes brasileiros, o programa é financiado pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Benefícios para intercâmbio na graduação (os valores mudam conforme o edital vigente):

  • Auxílio deslocamento (passagens compradas pela Capes)
  • Auxílio instalação (1.300 euros)
  • Mensalidades (870 euros/mês)
  • Seguro saúde (90 euros/mês)
Pré-requisitos:
  • O estudante deve estar matriculado em um curso de graduação de uma instituição brasileira participante do projeto. É necessário verificar se a universidade de destino também está participando do mesmo projeto.
  • O estudante deve ter obtido nota igual ou acima de 600 pontos no Enem. São aceitas pontuações de exames feitos a partir de 2009.
  • O estudante deve ter concluído no mínimo 40% e no máximo 80% de sua grade curricular prevista.
  • É necessário comprovar proficiência no idioma francês equivalente a B1. São válidos os seguintes certificados: TCF Capes (Test de Conaissance du Français), DELF e DALF.
Critérios de seleção:
  • Curriculum vitae
  • Pontuação de proficiência linguística
  • Rendimento acadêmico
Acesse para mais informações >>





Hungria

Stipendium Hungaricum (SH)


A Stipendium Hungaricum é um programa de bolsas universitárias da Hungria, que conta com parcerias com mais de 60 países ao redor do mundo, incluindo o Brasil.

  • Duração: de seis meses a um ano.
  • Valor: €120 por mês, além da isenção de taxas universitárias e de um alojamento gratuito ou um auxílio mensal de €110 para acomodação. Ainda, é oferecido direito a seguro médico no sistema público de saúde da Hungria e, também, um seguro médico suplementar de até €180 por ano.
Pré-requisitos:
  • Curriculum vitae atualizado extraído da plataforma Lattes;
  • Certificado de conclusão do ensino médio (de uma instituição reconhecida pelo MEC);
  • Resultados de exames de proficiência da língua inglesa, como o TOEFL (IBT ou ITP), IELTS ou o Certificado de Cambridge;
  • Pontuação no ENEM, a partir de 2009, mínima de 450 e maior que zero na redação. Caso o aluno tenha realizado o ENEM mais de uma vez, a maior nota será a considerada;
  • Histórico escolar oficial universitário, atualizado até o semestre da inscrição no processo seletivo da bolsa.
Critérios de seleção (etapa de seleção nacional):
  • Maior pontuação no ENEM;
  • Maior pontuação no exame de proficiência;
  • Maior compatibilidade com a base curricular do curso desejado, com o limite máximo de 90%.
  • Certificados científicos, tecnológicos ou de programas de ensino.
Critérios de seleção (etapa de seleção final):
  • A ordem institucional indicada pelo aluno;
  • Resultado da admissão, com um mínimo de 56%;
  • Posição no ranking da seleção nacional.
Etapas do processo seletivo:
  • Inscrição no CAPES, para seleção nacional;
  • Nominação nacional ao governo da Hungria;
Acesse para mais informações >>





Japão

JASSO (Japan Student Services Organization)


JASSO é o programa de bolsas para universitários que irão realizar intercâmbio em universidades japonesas por meio de acordos internacionais. O processo de seleção para a bolsa é demorado e o número de bolsas disponibilizadas varia de ana pra ano. Caso o estudante seja selecionado para iniciar os estudos em setembro (AE), o resultado da bolsa sairá em Maio.

  • Duração da bolsa: no máximo um ano.
  • Valor: ¥80.000,00 por mês, em geral. Para a Universidade de Osaka (AE) recebe-se um valor entre 320.000,00 a 400.000,00 para um semestre ou 800.000,00 a 880.000,00 para um ano de estudo.
Pré-requisitos e critérios de seleção:
  • Espera-se que o aluno seja um destaque na universidade de origem além de tenha um excelente desempenho acadêmico. Ademais, leva-se em conta o plano de estudos e a preparação do estudante para selecioná-lo.
  • Algumas universidades levam em conta a renda para selecionar os estudantes, ou seja, ele deve comprovar que sem ela não será possível estudar no Japão. Entretanto, a Universidade de Osaka não leva o fator renda em conta, pois no processo seletivo para o intercâmbio, é necessário que o estudante prove que conseguirá se sustentar no período de estudo sem realizar qualquer tipo de trabalho no país.
  • O pleiteante não deve receber outras bolsas com valor mensal maior do que ¥80.000,00 por mês para poder ser selecionado no programa.
Acesse para mais informações >> Acesse para mais informações sobre a JASSO para a Universidade de Osaka >>